Huawei salvou a Honor e ganhou milhões de euros com isso!

Honor Huawei compra

Durante esta semana, surgiram as primeiras indicações de que a Huawei estaria a ponderar uma possível venda da sua subsidiária Honor num negócio multi-milionário.

Publicidade
Loading...

Agora, esse negócio foi confirmado oficialmente pela Huawei através de um comunicado de imprensa. Esta decisão foi aparentemente tomada por dois motivos principais e, como resultado de um único problema.

O problema já é bem conhecido de todos, as sanções dos Estados Unidos à Huawei, causando grandes quebras no sucesso dos seus vários negócios.

Quanto ao motivo, como resultado do ataque dos Estados Unidos, a gigante chinesa precisa de garantir um grande encaixe financeiro para poder “sobreviver” mais algum tempo.

Huawei “abre mão” da Honor e garante a sua sobrevivência

Além de ter garantido um encaixe financeiro multi-milionário, a Huawei conseguiu também garantir a sobrevivência da sua, até agora, subsidiária.

Visto que após este negócio a Huawei não terá nenhum tipo de participação na Honor, a marca deixará de ser afetada pelas restrições impostas pelos Estados Unidos.

Assim, tudo indica que a partir de 2021, veremos chegar ao mercado os primeiros smartphones desenvolvidos exclusivamente pela Honor e com suporte para aplicações/serviços Google.

Huawei Honor 10X Lite
Huawei salvou a Honor e ganhou milhões de euros com isso! 6

No negócio já oficializado, fica também a garantia de que a nova “dona” da Honor irá manter todos os seus funcionários e elementos da gestão, para que a transição seja o menos turbulenta possível.

No entanto, é possível que esta venda venha ainda a dar muito que falar, não só pelos cerca de 3,2 mil milhões de euros envolvidos, mas também pelo conglomerado responsável pela compra.

Um dos envolvidos é o governo de Shenzhen, o que vai certamente acabar por levantar várias questões sobre a proximidade da fabricante com o governo chinês.

Outros artigos interessantes:

via: GSM Arena

Artigo anteriorPróximo artigo
João Silva
A paixão por tecnologia já corre há muitos anos, separando os tempos livres entre a pesquisa de novas aplicações para o telemóvel e os mais recentes jogos para a Nintendo Switch.