Tesla Model 3: drone filma grande susto provocado pelo piloto automático

Tesla Model 3 piloto automático

Durante a semana passada a Tesla começou a disponibilizar para alguns dos seus utilizadores a primeira versão beta da funcionalidade FSD (Full Self Driving).

Publicidade
Loading...

Desde então, foram muitos os utilizadores que decidiram partilhar as suas experiências em diversos vídeos, mas nenhum foi tão elucidante como este. Com a ajuda de um drone, o utilizador Brandon M filmou várias viagens do seu Tesla Model 3 em piloto automático.

Tesla Model 3 em piloto automático impressionou, mas está longe de ser perfeito

O vídeo publicado no YouTube tem pouco menos de 10 minutos e consegue demonstrar de forma fantástica todos os pontos positivos e menos positivos do Tesla Model 3 a utilizar a versão beta do FSD.

Tesla Model 3 piloto automático FSD
Tesla Model 3: drone filma grande susto provocado pelo piloto automático 6

Estes percursos são bastante interessantes, pois incluem apenas estradas secundárias onde estão constantemente presentes carros estacionados em ambas as bermas da estrada.

Durante os vários trajetos, o piloto automático precisou de identificar dezenas de carros estacionados, carros em movimento, interseções com sinais de STOP, semáforos, etc.

Curiosamente, o condutor acabou por apanhar um grande susto quando menos esperava.

Tesla ficou a poucos centímetros de se esbarrar num carro estacionado

No minuto 1:25, vemos o Tesla parar numa interseção com sinal STOP e a resumir a marcha virando para a esquerda. Mas, quando tudo parecia estar a correr às mil maravilhas, o carro elétrico decidiu seguir a direito quando detetou um carro vermelho que estava estacionado.

O condutor precisou de intervir imediatamente, virando bruscamente o volante e pisando num travão. Por algum motivo desconhecido, o sistema de condução autónoma do Tesla Model 3 assumiu que a estrada seguia no sentido do carro estacionado, falhando redondamente no reconhecimento da estrada e também que o carro estava efetivamente parado.

Esta é apenas mais uma prova de que o AutoPilot e a funcionalidade FSD estão ainda longe de conseguirem oferecer uma segura condução autónoma.

Tal como é referido constantemente por Elon Musk e pela Tesla, estas são ferramentas de auxílio à condução e continuam a requirir constante atenção por parte do condutor.

Não há dúvida que a Tesla está cada vez mais perto de conseguir concretizar um dos grandes sonhos de Elon Musk, mas tem ainda um longo caminho a percorrer.

Outros artigos interessantes:

via

Artigo anteriorPróximo artigo
João Silva
A paixão por tecnologia já corre há muitos anos, separando os tempos livres entre a pesquisa de novas aplicações para o telemóvel e os mais recentes jogos para a Nintendo Switch.