Telegram aproveita deslize do WhatsApp e ganha 25 milhões em 72 horas

Telegram WhatsApp

As recentes polémicas que envolveram o WhatsApp/Facebook e as novas políticas de privacidade foram perfeitas para o Telegram, que viu um crescimento inesperado durante as últimas semanas.

Publicidade
Loading...

Acompanha todas as notícias em tempo real! Segue o Techenet no Google News

Agora, desde que rebentou o escândalo, Pavel Durov — CEO e fundador do Telegram — revelou através de uma publicação oficial que conseguiram ultrapassar os 500 milhões de utilizadores ativos na primeira semana de janeiro.

Basicamente, em apenas 72 horas foram contabilizados mais de 25 milhões de novos utilizadores, um número incrível até para uma plataforma da dimensão do Telegram.

Telegram promete oferecer aquilo que o WhatsApp acabou de queimar

O WhatsApp sempre primou pela garantia da privacidade e segurança dos seus utilizadores, graças às suas políticas de privacidade e utilização de mensagens com encriptação end-to-end.

No entanto, as recentes decisões do Facebook em obrigar os utilizadores da plataforma partilharem as suas informações, colocam essas garantias em risco.

Telegram 25 milhões whatsapp

Assim, como seria de esperar, surgiu uma oportunidade de ouro para o Telegram, que continua a focar-se no cumprimento da sua missão. Esta é dar voz às pessoas comuns, garantindo a maior segurança, privacidade e ligação otimizada para comunicarem com amigos, familiares e empresas.

O grande objetivo do Telegram é conseguir ultrapassar a marca dos mil milhões de utilizadores, o que passou a ser uma meta bem mais “à vista” após o recente escândalo do WhatsApp.

Segue toda a atualidade tecnológica no TecheNet através do FacebookInstagramTwitter.

via: Fone Arena


Facebook quer os teus dados do WhatsApp, mas não precisas aceitar!

Recentemente lançou-se o pânico entre os milhões de utilizadores do WhatsApp, a mais popular aplicação de mensagens da atualidade. Tudo porque o Facebook decidiu obrigar os utilizadores a partilharem as suas informações.

Basicamente, a notificação enviada para todos os utilizadores alerta para o facto de que até ao dia 8 de fevereiro quem não aceitar os novos termos e condições, deixará de ter acesso à aplicação.

Continua a ler aqui


Outros artigos interessantes:

João Silva
A paixão por tecnologia já corre há muitos anos, separando os tempos livres entre a pesquisa de novas aplicações para o telemóvel e os mais recentes jogos para a Nintendo Switch.