Nokia apresenta Lumia 620

A Nokia lançou o seu mais recente smartphone com o Windows Phone 8. O Lumia 620 é um dispositivo com ecrã de 3,8 polegadas WVGA e câmara de 5 megapixels. Além de trazer o mais recente sistema operacional da Microsoft inclui um processador dual-core 1GHz Snapdragon S4 com 512 MB de RAM. O Lumia 620 pretende se posicionar no mercado de baixa/média gama aliando a elegância das cores disponíveis, à qualidade de construção com base num preço final atractivo.

No novo Lumia 620, a Nokia dá especial destaque à qualidade de construção acima da média que caracteriza este smartphone. Segundo a empresa finlandesa este smartphone é o primeiro a utilizar uma técnica de fabrico pioneira denominada “Dual shot”. Embora possamos associar à primeira vista a palavra “shot” a fotografia, estamos de facto a nos referirmos à técnica de fabrico.

Esta técnica consiste em aplicar duas camadas sobrepostas de policarbonato no processo de fabrico de modo a formar uma única película (para uma durabilidade superior). Em cima destas duas camadas é aplicada uma terceira camada translúcida que irá dar uma cor vibrante ao Lumia 620.

E por falar em cores, existem para todos os gostos, pode escolher de entre os seguintes tons: verde lima, branco amarelo, rosa, azul cyan e cinzento escuro. Mas se por acaso acabar por se fartar da cor que veio de origem neste smartphone, então temos boas notícias. A Nokia permite que troque a capa traseira, permitindo ajustar o Lumia 620 à sua disposição ou quebrar com a rotina com a introdução de uma nova cor que combine com o seu vestuário. O novo smartphone da Nokia possui dimensões confortáveis que possibilita guardá-lo no seu bolso ou na sua carteira. Mede 115,4 x 61,1 x 11,02 milímetros e pesa 127g.

Embora o Lumia 620 não tenha a funcionalidade PureView que caracterizou os seus irmãos mais dispendiosos, talvez derivado ao facto de incluir uma câmara de 5MP (e uma câmara frontal VGA), não apresenta restrições em outros pontos da lista de especificações. Este smartphone conta com 8 GB de armazenamento interno e um slot microSD com suporte até 64GB, juntamente com a habitual conectividade Wi-Fi a / b / g / n (2.4GHz e 5GHz) e NFC. O Lumia 620 inclui ainda em adição à conectividade anterior o suporte para Bluetooth 3.0, GPS / A-GPS / GLONASS, microUSB,

A Nokia afirma que este smartphone permite uma autonomia até 14.6hrs em conversação GSM (até 9.9hrs WCDMA) ou até 330hrs em standby, devido à bateria incluída de 1300 mAh. Ao contrário dos modelos da gama alta de Windows Phone 8 da Nokia, não existe nada que indique que o Lumia 620 irá suportar carregamento sem fio.

O Lumia 620, é um modelo intermédio entre o Lumia 510 (económico) e o Lumia 820 e 920 (qualidade e performance) com o objectivo de competir no mercado de gama média. Contudo, ao analisarmos de forma geral percebemos que se trata de especificações técnicas bastante ambiciosas para o preço que a Nokia pretende vender. Trata-se de 249 dólares (190 euros, 520 reais).

O Nokia 620 Lumia não irá chegar ao ponto de venda mais próximo de si ainda este ano. Por essa razão, se as características que viu fazem do Lumia 620 um bom candidato a ser o seu próximo smartphone, terá de se conter nesta época natalícia e esperar que seja lançado no 1 º trimestre de 2013. Via Nokia

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é formado em Engenharia Informática na Universidade de Coimbra, e tem como áreas de interesse tecnologias Web e Gadgets.

4 Comentários

    1. Caro Jorge,

      Para receber as novidades via e-mail só tem que clicar em “Assine a Newsletter“, que se encontra no topo do site à direita.
      Obrigado pela sua visita ao Techenet.

      Um abraço.

    1. Olá Sofia.

      A Nokia tem como prioridade os mercados europeu e dos estados unidos. Por essa razão, quando anuncia um determinado Smartphone é regra geral disponibilizado no tempo anunciado. Por essa razão penso que o mais tardar em Março deve cá estar. Isto se o dispositivo estiver apenas disponível de forma desbloqueada à venda nas lojas autorizadas Nokia.

      Acredito que possa chegar mais cedo se fizer parte do leque de dispositivos de uma das operadoras móveis nacionais (TMN, Vodafone e Optimus). Claro que são apenas especulações de experiência própria que tenho de conhecer a forma de trabalhar da Nokia. Isto porque a Nokia não tem como política referir mercados específicos (países) na altura de comercialização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.