“ZapZap”: brasileiros criam app para concorrer com WhatsApp

Na cola do WhatsApp, brasileiros criaram o “ZapZap”, um cliente em português do Telegram, uma aplicação que ganhou bastante popularidade pelo foco em privacidade e criptografia.

A maioria da população brasileira sabe bem de onde vem o nome “ZapZap”: trata-se de uma abreviação do nome “WhatsApp”, muito usada na linguagem popular. Com uma interface visivelmente “inspirada” no concorrente famoso, a app surge com o objetivo de atrair o público que já utiliza o seu “rival”.

De acordo com o Google Play, a Private Host, empresa responsável pela aplicação, tira proveito do código aberto do Telegram, que já tem uma interface semelhante ao WhatsApp, sendo necessárias apenas com algumas pequenas modificações para adequar a app ao público brasileiro.

Como cliente do Telegram, o ZapZap diferencia-se do seu concorrente WhatsApp com o envio de mensagens secretas que se autodestroem (ao estilo Snapchat), envio de arquivos sem limite de tamanho, entre outras funcionalidades. Entretanto, a maior diferencial é a possibilidade de utilizar o serviço a partir do desktop.

Há, porém, uma desvantagem muito grande do ZapZap em relação ao seu “pai” Telegram. Enquanto o último se vangloria de ser gratuito eternamente e sem publicidade, o primeiro as utiliza livremente na versão web do aplicativo.

Para já, o ZapZap está disponível apenas para a plataforma Android, mas os seus criadores garantem que a versão para iOS chega “em breve”.

Fonte: Olhar Digital

Artigo anteriorPróximo artigo
Cláudia Assis
Jornalista, Assessora de Comunicação e Gestora de Marcas nas redes sociais, Cláudia Assis tenta definir a si mesma como "uma menina multitask". Aquariana [logo vanguardista!] e nômade por natureza, viu a sua vida ser conduzida numa viagem transatlântica rumo a Portugal. O objetivo inicial era um mestrado em Ciências da Comunicação mas, desde então, vive num enamoramento constante com a terra de Pessoa. E, assim como o poeta, ela é também muitas "pessoas". CAssis é uma delas [talvez a mais intensa] e que nada mais é que uma versão 2.0 de si mesma, um alter-ego nas redes sociais. O que “ambas” têm em comum? Falam muito. Sobre tudo e todos. Têm sempre uma opinião a dar.

1 Comentário

  1. Descobri o Zapzap e aprovei: muito bom mesmo e já estou usando pois quero distância dos negócios e produtos ligados ao Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.