Samsung: O que poderia ter sido o primeiro smartphone dobrável

Samsung Project V

Hoje em dia é muito difícil nunca se ter ouvido nada sobre as promessas da Samsung querer trazer para o mercado um smartphone dobrável, mas durante todos estes anos pouco ou nada acabou por ser demonstrado publicamente. No entanto, apesar do grande cepticismo de muito, a gigante sul coreana parece já ter estado muito perto de alcançar esse feito.

— Apple: iPhone mais barato poderá ser o mais popular de 2018 —

Surgiram agora novas fotografias daquele que terá sido o resultado final do “Project V”, um smartphone com duplo ecrã que deverá ter estado em fase de desenvolvimento entre 2015 e 2016. À semelhança do que se viu no ZTE Axon M, este Samsung com duplo ecrã possuía apenas uma câmara frontal e podia ser utilizado com o ecrã totalmente dobrado para trás, ou colocando-os lado a lado.

Em termos de design, este “Project V” assemelha-se bastante ao já antigo Galaxy S6, parecendo mesmo que a Samsung decidiu colocar dois S6 lado a lado, removendo o botão home de um deles.

De acordo com a fonte destas fotografias, este projecto foi cancelado há bastante tempo atrás (obviamente…) e muito provavelmente não oferece qualquer semelhança com o projecto actual da Samsung no que respeita ao desenvolvimento de um smartphone dobrável, que até ao momento se acredita tratar-se do Samsung Galaxy X.

Vale relembrar que durante os supostos anos em que este projecto estava a ser desenvolvido (2015/2016) a Samsung atravessava uma fase bastante negativa, com a sua vasta linha de smartphones a apresentar resultados de vendas bastante despontantes. Nesta fase foi provavelmente a decisão mais acertada abandonar este tipo de projectos que traziam um grande “?” quanto ao seu possível sucesso e apostar ao máximo na solidificação e inovação das suas actuais linhas.


No entanto, o “Project V” não deverá ter deixado de ser um passo importante na longa caminha da Samsung para o desenvolvimento de um smartphone dobrável. Actualmente, acredita-se que a fabricante já abandonou a ideia de criar um smartphone “dobrável” com dois ecrãs a funcionar em forma de livro, focando-se mais na utilização de um verdadeiro ecrã fléxivel que consiga oferecer muito mais funcionalidade, se apresente mais ergonómico e atrativo visualmente.

fonte | via



Outros artigos que vais gostar:

Motorola Moto C2 poderá ser o próximo Android Go

ZenFone 5Z chega a Portugal como melhor oferta com SD845!

Xiaomi dominou os mercados online durante o início de 2018

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.