Space X: primeira aterragem de foguetão em vídeo 360

foguetão reutilizável

Publicidade
Loading...

A SpaceX revolucionou o lançamento de satélites para o espaço ao conseguir fazer aterrar em segurança um dos seus foguetões, que pode agora ver em vídeo 360. Abre-se assim uma nova fronteira – a dos foguetões que podem ser reutilizáveis – que vai fazer diminuir em muito o custo das missões espaciais e tem já uma nova missão marcada para o próximo dia 4 de maio.

Não é por acaso que a Space X conseguiu já o seu primeiro contrato com o Pentágono para o lançamento do satélite GPS 3. A 8 de abril, o foguetão que levou mantimentos à Estação Espacial Internacional pousou suavemente numa plataforma colocada no meio do oceano. Para o próximo dia 4 de maio, a empresa de Elon Musk tem marcado um novo voo para a colocação em órbita de um satélite japonês de telecomunicações e uma vez mais vai tentar fazer aterrar o foguetão.

Até à missão de 8 de abril, todos os foguetões lançados pelo homem perdiam-se, tornando assim praticamente incomportáveis os custos das missões espaciais. Agora, a missão de Elon Musk é torna-los verdadeiramente acessíveis.

Na página da SpaceX, Elon Musk – o visionário por detrás do comboio supersónico Hyperloop e das baterias recarregáveis para a casa – afirma: “Se alguém conseguir descobrir como reutilizar efetivamente foguetes tal como aviões, o custo de acesso ao espaço será reduzido para um fator da ordem das centenas. Um veículo totalmente reutilizável nunca foi feito antes. Isso é realmente o avanço fundamental necessário para revolucionar o acesso ao espaço “.

Pois agora já foi feito e o melhor é que o pode ver como se estivesse sentado na primeira fila da melhor das plateias, graças ao vídeo 360 da aterragem do foguetão que a SpaceX colocou online. São 38 segundos de história que não pode perder.

Via Engadget

Artigo anteriorPróximo artigo
Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.