Globalis traz-lhe 4 dicas de segurança para as suas viagens de negócios

64999

A segurança é um dos pontos fulcrais para garantir que a viagem corre bem, e viajar em negócios não lhe traz necessariamente mais segurança do que fazê-lo em lazer. Para tornar as suas viagens em negócios ainda mais cómodas, damos-lhe dicas essenciais desde evitar os típicos esquemas que enganam os viajantes até à necessidade de acionar um seguro médico.

Publicidade
Loading...

A segurança em viagem é um dos temas essenciais para que chegue ao final da mesma e considere que correu tudo bem. Isto pode-se revelar fulcral para viagens de lazer, mas a verdade é que também podem existir muitos imprevistos em viagens de negócios – mesmo que estas durem poucos dias. Tendo isto em mente, a Globalis, agência de viagens e eventos corporativos, traz-lhe alguns cuidados de segurança que deve ter de forma a tentar minimizar os riscos.

1. Esteja a par dos esquemas de viagens mais comuns

Se vai viajar para um país desconhecido, informe-se com a sua agência de viagens sobre quais são os esquemas mais comuns para enganar os turistas. Mesmo que apenas tenha de ir do aeroporto para uma reunião e daqui para o hotel, e por isso pense estar livre de qualquer esquema, pode estar enganado. Sabia que em alguns países os taxistas fingem ter os taxímetros avariados para poderem cobrar taxas mais altas aos turistas? Ou que há pessoas na rua a “oferecer” pulseiras da amizade ou flores e que apenas depois de o turista aceitar exigem dinheiro pelas mesmas? Previna-se para evitar cair em situações desagradáveis.

2. Tenha sempre consigo os contactos de emergência

Antes do embarque a sua agência irá preparar-lhe um “dossier” com tudo o que precisa de saber sobre o seu destino, roteiro e marcações, incluindo os contactos de emergência – do hotel, polícia, hospitais, tudo! Porque o seguro morreu de velho, tenha uma cópia impressa dessa informação sempre à mão – seja dentro da mala do computador ou do bolso do casaco, por exemplo –, mas guarde também sempre uma versão digital desses dados no seu smartphone. Desta forma, pode sempre consultar da forma mais cómoda qualquer indicação de que precise obter.

3. Mantenha os itens mais valiosos no hotel

É verdade que existem vários relatos de roubos em hotéis, mas este continua a ser o sítio mais seguro para deixar os seus bens mais valiosos. E quando falamos em bens valiosos, não quer necessariamente dizer os mais caros: se está num país estrangeiro, opte por deixar documentos como o cartão de cidadão ou o passaporte no cofre do quarto. Ninguém espera que aconteça, mas se lhe roubarem a carteira (ou se a perder) não fica impossibilitado de voltar para o seu país sem ter primeiro de visitar a embaixada ou posto diplomático e tratar de toda a burocracia e stress que envolve o processo de comunicação de perda de documento de identificação no estrangeiro e emissão de guia para poder sair.

4. Ative um seguro de viagensDependo do âmbito e da duração da sua viagem, a sua agência poderá propor-lhe várias opções de seguros de viagem, todos feitos à medida, e alguns mais completos que outros – cabe-lhe a si perceber qual é o mais proveitoso, avaliando também o custo/benefício e aconselhando-se com a agência.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.