Windows Phone pode apanhar Apple em quatro anos

Windows-Phone

O número de smartphones com Windows Phone pode igualar os da Apple no mercado global em apenas quatro anos. A previsão é da empresa Canalys e baseia-se no salto gigantesco de vendas dos aparelhos Lumia, da Nokia. Será que a empresa finlandesa está de volta ao jogo?




A empresa de pesquisa de mercado Canalys acredita que 2017 vai ser o ano em que os smartphones equipados com o Windows Phone igualem em número de vendas os dispositivos da Apple, nomeadamente o iPhone. Os analistas acreditam que os Windows Phone venham a ganhar uma quota de mercado da ordem dos 12,5 por cento e que os iPhone terão uma quebra na percentagem de mercado, que atualmente é de 19,5 por cento e que descerá para 14,2 por cento daqui a quatro anos.

Quer isto dizer que a Apple venderá menos do que agora? De certeza que não. A análise da Canalys baseia-se no crescimento da venda de smartphones nos mercados emergentes, nomeadamente na Índia e na China. E aí, a Nokia mantém uma posição bastante segura.

Em declarações ao site TechWeek, a analista Jessica Kwee, da Canalys, afirma que a aposta da Microsoft – assim como da Google – de disponibilizar os seus sistemas Windows Phone e Android em smartphones mais baratos mas de alta perfomance vai ter um impacto significativo no mercado global.

“A economia de escala da Microsoft será fundamental para o seu sucesso e a empresa tem feito progressos nesse sentido, ao permitir que a Huawei e a Nokia ofereçam produtos com o Windows Phone a preços competitivos”, afirmou esta analista.

A Nokia é o principal impulsionador dos Windows Phone “e continua a fazer grandes progressos com a sua gama Lumia, que tem alcançado feito grandes progressos em mercados como a China e os Estados Unidos”, salienta a especialista para afirmar que a “Apple será apanhada porque o aumento da venda de smartphones é feita essencialmente na gama baixa e a empresa está fora desse mercado”.

Mas a acreditar nos rumores que têm circulado na net, a empresa de Cupertino está atenta e pode estar a preparar-se para competir também neste segmento ao lançar um iPhone de baixo custo.

Mas esta é uma batalha pelo segundo posto, uma vez que o Android continuará rei e senhor do mercado com uma quota superior a 60 por cento. Seja como for, esta previsão deve ter feito abrir garrafas de champanhe na sede da Nokia, na Finlândia.

Fonte: TechWeekEurope

Artigo anteriorPróximo artigo
Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação. | Google +

4 Comentários

  1. Eu espero ver o Ubuntu, Firefox e Sailfish OS a retirarem uma boa percentagem de cota de mercado a todos os concorrentes proprietários 🙂

      1. Bom dia Robert,
        O artigo baseia-se nas previsões da empresa Canalys, que se referem ao mercado global de smartphones. Se reparar bem, aquilo que o texto dá a entender é que dentro de 4 anos os sartphones baseados em Windows Phone pode ultrapassar os smarphone da Apple e, dessa forma, ocupar a segunda posição no mercado global. Nada está em contradição com o excelente artigo do vNext.
        Obrigado pela sua visita ao Techenet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.