smartphone Solarin Mobile

Solarin: o smartphone que James Bond gostaria de ter


Foi desenvolvido por israelitas e tem um nível de segurança normalmente associado às agências de espionagem. O Solarin é apresentado como o Rolls Royce dos smartphones e tem um preço condizente. Custa nada menos do que 12.600 euros a unidade.

Os israelitas da Sirin Labs centraram a sua atenção nas privacidade. O Solarin é um smartphone que foi pensado para resistir a todo o tipo de ataques, com um anel de segurança físico que “cria um ambiente isolado, assegurando o mais alto nível de imunidade para chamadas e SMS seguros”.

Em simultâneo, tem especificações que não são comuns para garantir boa qualidade de rede, com cinco antenas e 24 canais LTE para conseguir as melhores performances com o WiFi e tráfego de dados.

Mas não se pense que por ter especificações de segurança ao nível das militares, o Solarin é um objeto feio. Bem pelo contrário. Com o seu preço de venda, os criadores israelitas apostaram também forte no design, conseguindo um produto muito elegante.

Aliás, basta ver que um dos anúncios do Solarin tem Irina Shak como protagonista para perceber que os seus criadores apostam num mercado sofisticado.