Check Point e World Economic Forum parceiras na luta pela Cibersegurança Global

Check Point e World Economic Forum parceiras na luta pela Cibersegurança Global

A Check Point estabeleceu uma parceria com o World Economic Forum, para em conjunto trabalhar em prol da cibersegurança a nível global. O World Economic Forum é a principal organização internacional para a cooperação público-privada, que procura criar “engagement” entre as classes política, empresarial e outros líderes da sociedade para definir a agenda regional e industrial de forma global.




O Centro de Cibersegurança recentemente criado pelo World Economic Forum aquando da definição dos ciberataques e fraude/roubo de informação como parte integrante do top 5 dos riscos globais. O Centro destina-se a dar ao World Economic Forum o poder de convocação necessário para mobilizar a rede global de parceiros de diversas áreas, desde negócios, governamentais, organizações internacionais, académicas, até à sociedade civil, com o objetivo de melhorar e consolidar a segurança internacional.

A Check Point Software orgulha-se da sua parceria com o Forum, uma vez que os ciberataques representam uma ameaça global para a economia, subsistência e segurança.

Com o volume dos ciberataques a aumentar, como também a sua sofisticação, afetando um número cada vez maior de pessoas e instituições. Através de Inteligência Artificial (IA), Internet of Things (IoT) e outras novas tecnologias, a amplitude das ameaças e as vulnerabilidades estão a crescer, alargando a novas áreas de ameaças, como cidadãos, consumidores, empresas e países.

Os ciberataques modernos de quinta geração têm o poder das ferramentas de guerra de um Estado Nação e podem literalmente mudar entre vetores e superfícies de ataque, e operar em escalas massiva e global. Esta nova realidade requer uma estratégia de defesa escalada a nível global, com diversas vozes criativas em cima da mesa – que é uma das razões pela qual a Check Point participa em parceria com o Centro de Cibersegurança do World Economic Forum.

A missão da Check Point é transformar a internet num meio seguro, e este tipo de ação coletiva permite colocar em prática as capacidades únicas de pesquisa da empresa, e décadas de conhecimento, bem como a tecnologia de prevenção contra ameaças de quinta geração, em prol de um mundo melhor.

O primeiro Encontro Anual do Centro de Cibersegurança do World Economic Forum, reuniu mais de 140 especialistas em cibersegurança de várias áreas – governos, negócios, academia e cumprimento da lei – para darem resposta a estes três desafios. O Dr. Dorit Dor, VP Products da Check Point, participou no Encontro e dirigiu a discussão sobre Tecnologias Disruptivas.

Mais de 140 especialistas – de diversas áreas como governo, negócios, academia e cumprimento da lei – reuniram-se em Génova, Suíça, para inaugurar a maior iniciativa do Encontro Anual do Centro de Cibersegurança do World Economic Forum: o Centro global para a Cibersegurança.

“O que acontece ao Estado de direito quando o Estado de direito não pode ser aplicado?” foi a questão que Troels Oerting Jorgensen, Group Chief Information Security Officer do Barcklays, colocou a uma sala cheia de líderes em cibersegurança.

Fomentando a Colaboração Global Multi-Stakeholder

Jorgensen, head do Centro de Cibersegurança, levantou a questão que iniciou uma importante discussão: Como é que os sectores públicos e privados podem colaborar com a aplicação da lei?

“Enquanto que as empresas fazem recolhas de informação extensivas, sobre ameaças que não têm nem o poder nem a autorização para perseguir os seus criminosos, o setor público e a execução da lei, por outro lado, beneficiariam do acesso a essa informação para combaterem o cibercrime de forma efetiva”,afirmou o responsável da mesa redonda.

Estas discussões são particularmente pertinentes para a Check Point, uma vez que a base de dados da ThreatCloud contém mais de 250 milhões de moradas analisadas para a deteção de bots, mais de 11 milhões de assinaturas de malware, e identifica milhões de tipos de malware por dia. A certo ponto, no Encontro, os oficiais séniores das forças policiais discutiram temas como a emergência de ameaças, designação de ransomware e ameaças relacionadas com cripto-moedas – ameaças emergentes discutidas, exaustivamente, pelos investigadores da Check Point, no nosso relatório semestral de Tendências.

Sobre a Check Point Software Technologies Ltd.

A Check Point Software Technologies Ltd. (www.checkpoint.com) é um fornecedor líder em soluções de ciberseguraça para governos e empresas a nível mundial. As suas soluções protegem os seus clientes dos ciberataques de 5ª geração com um índice de captura de malware, ransomware e outros tipos de ataques líder no mercado. A Check Point oferece uma arquitetura de segurança multinível com a nossa nova proteção contra ameaças Gen V que protege todas as operações das empresas em cloud, redes, e mobile contra todos os ataques conhecidos combinando com o sistema de gestão de segurança mais completo e intuitivo. A Check Point Software protege mais de 100,000 empresas de todos os tamanhos.

Rede Global de segurança, por Pasko Maksim

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.