Como procurar (bem) trabalho nas redes sociais?

Como procurar (bem) trabalho nas redes sociais?

Atualmente, procurar trabalho não é apenas enviar currículos pelos canais tradicionais. As pesquisas de emprego feitas nas redes sociais são cada vez mais uma tendência. A Adecco avança com algumas dicas para otimizar este processo.

Quando pensamos em termos de procura de emprego, o mais importante dos canais das redes sociais é o LinkedIn. Porém, esta tendência está a crescer no Twitter, à semelhança do que já acontece em outros países europeus. Há também grupos e páginas no Facebook, onde são anunciadas vagas, que podem ser pesquisadas, por exemplo, com a keyword “emprego”.




Se estiver no LinkedIn como candidato a emprego, participe em vários tipos de grupos de pesquisa de emprego. Também vale a pena mostrar no seu perfil que está a procurar ativamente trabalho. Pode escrever, por exemplo, no título do mesmo que está em busca de novos desafios.

Além disso, também deve otimizar o seu perfil o melhor possível. Preencha as informações e competências que faltam no seu perfil para que um recrutador o encontre com maior facilidade e se interesse por si!

Um dos aspetos positivos do Twitter é a possibilidade de compartilhar tweets(retweeting). Os tweets de procura de emprego geralmente recebem dezenas de retweets, o que signifca que chegam a mais pessoas.

Seguir realmente quem interessa, como organizações e empresas do seu interesse ou responsáveis do setor em que atua (ou quer atuar) e de recursos humanos, é fundamental. Os hashtags (#) são também uma ferramenta poderosa se forem bem utilizados. Adicione um hashtag com o nome da sua cidade para encontrar as ofertas mais próximas. Quanto mais específico for na utilização de hashtags, mais rapidamente conseguirá obter as melhores ofertas.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.