Cloud e Segurança Empresarial são os principais desafios de equipas de TI

Cloud e Segurança Empresarial são os principais desafios de equipas de TI

A Check Point Research, a área de Threat Intelligence da Check Point® Software Technologies Ltd. acaba de publicar os resultados do seu Relatório Global de Segurança Cloud 2020, no qual se destacam os desafios enfrentados pelas equipas de segurança empresarial na proteção de dados e informações de trabalho presentes em clouds públicas.

Este relatório mostra que a segurança da cloud pública continua a ser um dos maiores desafios: 75% dos inquiridos dizem estar “muito preocupados” ou “extremamente preocupados” em relação à mesma. Garantir a segurança da cloud pública torna-se ainda mais complexo quando 68% das organizações usam dois ou mais fornecedores cloud, o que significa que as equipas de segurança têm muitas vezes de recorrer a variadas ferramentas de segurança e gestão, de forma a fazer cumprir a segurança nos diferentes ambientes. 

Entre as principais conclusões do Relatório de Segurança Cloud 2020, destacam-se:

  • O top 4 de ameaças à segurança da cloud pública: a principal ameaça citada pelos inquiridos foi a má configuração da plataforma cloud (68% – representando um crescimento significativo face ao relatório de 2019, no qual se registou apenas um terço). De seguida, destaca-se o acesso não autorizado à cloud (58%), interfaces inseguras (52%) e o roubo de contas (50%).
  • As principais barreiras de segurança à adoção da cloud: os entrevistados nomearam a falta de staff qualificado (55%) como a maior barreira à implementação da cloud – subindo do quinto lugar, posição verificada no relatório do ano passado. 46% mencionaram restrições de orçamento, 37% questões relativas à privacidade de dados e 36% a falta de integração de segurança local.
  • Ferramentas de segurança já existentes com dificuldades de proteger clouds públicas: 82% dizem que as soluções tradicionais de segurança em ambientes cloud ou não funcionam de todo, ou garantem apenas funcionalidades limitadas, registando uma subida considerável, comparando com a percentagem de 2019 (66%) – evidencia-se um aumento dos problemas de segurança cloud nos últimos 12 meses. 
  • A cloud pública comporta maiores riscos: 52% dos inquiridos consideram que o risco de existirem falhas de segurança em clouds públicas é mais elevado do que em ambientes IT tradicionais e locais. Apenas 17% identifica um risco menor, e 30% acredita que os riscos são praticamente iguais nos dois ambientes. 
  • Aumento de orçamentos dedicados à segurança cloud: 59% das organizações esperam que o orçamento que dedicam à segurança cloud aumente no decorrer dos próximos 12 meses. Em média, as empresas disponibilizam 27% do seu orçamento de segurança para a segurança cloud. 

“O Relatório demonstra que a migração das organizações para as soluções cloud não está a ser acompanhada pela capacidade das suas equipas de segurança de defender as empresas de ataques e falhas. As ferramentas de segurança já existentes fornecem apenas uma proteção limitada contra as ameaças à segurança da cloud, e as equipas muitas vezes não dispõem da qualificação necessária ao melhoramento dos processos de segurança”, afirma TJ Gonen, Head of Cloud Product Line, Check Point Software. “Para eliminar as falhas de segurança, as empresas precisam de obter uma visão holística de todos os seus ambientes cloud públicos, e implementar soluções de proteção unificadas, automatizadas e nativas da cloud, estabelecidas em conformidade e acompanhadas por uma análise de eventos. Assim, conseguirão manter-se a par das necessidades do negócio ao mesmo tempo que garantem uma segurança contínua”.

O Relatório de Segurança Cloud de 2020 é baseado nos resultados de uma pesquisa online abrangente com 653 profissionais de segurança e TI, conduzida em julho de 2020 no sentido de obter insights sobre as últimas tendências, principais desafios e soluções para a segurança cloud, aplicadas a uma vasta seleção de organizações de variadas dimensões e múltiplos setores de indústria. O questionário foi realizado pela Cybersecurity Insiders, comunidade de informação de segurança composta por 400 000 membros.

Para download de uma cópia integral do relatório, visite: https://pages.checkpoint.com/2020-cloud-security-report.html

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
Nilton é um entusiasta das novas tendências tecnológicas e do impacto que estas têm nas organizações e no nosso dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.