Estudo neurofisiológico da Samsung revela o poder das TVs Ultra HD

A maior TV UHD Curva do mundo

Estudo neurofisiológico, preparado pela Samsung e pela Mindlab International, revela que ver televisão numa TV SUHD resulta numa experiência 38% mais envolvente quando comparado com uma TV Full HD.

O estudo em questão, denominado “Screen Sensation: The Ultra HD Effect”, examinou os efeitos fisiológicos dos utilizadores quando expostos a uma TV SUHD Samsung versus uma TV Full HD Samsung, com o intuito de comprovar os efeitos positivos da tecnologia Ultra HD (SUHD) no corpo e no cérebro.

Os participantes neste estudo, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, utilizaram elétrodos ligados ao escalpe e foram monitorizados através de eletroencefalografia (EEG), atividade electrodermal (EDA) e frequência cardíaca.

Além disso, os 24 participantes envolvidos no estudo visualizaram uma série de conteúdos disponibilizados pelo serviço de streaming (transmissão ao vivo) Netflix, como também um importante jogo de futebol do campeonato Europeu, numa TV SUHD Samsung e HD Samsung (alta definição). Para garantir a imparcialidade, a marca dos equipamentos foi removida durante o estudo.

Os resultados demonstraram que uma TV SUHD proporciona uma experiência de visualização mais imersiva do que uma TV Full HD. Este sentimento deve-se à combinação entre uma maior “motivação de abordagem” (uma medida associada à atração sentida por algo), o “processamento visual” e o “poder beta” (uma medida associada com o pensamento ativo ou à concentração).

No fundo, o utilizador, perante as duas tecnologias Samsung em comparação, sente uma atracção mais forte pela tecnologia Ultra HD, conseguindo ficar imerso nos pormenores graças ao detalhe mais rico e, sobretudo, concentrar-se mais em todos os acontecimentos no ecrã. Segundo o estudo “Screen Sensation: The Ultra HD Effect”, o utilizador ao consumir conteúdos a partir duma TV SUHD, além do ganho de envolvência, ganha um relacionamento mais rico e positivo.

O estudo revela que os inquiridos alcançaram níveis de processamento visual 62% superiores, quando assistiam a um jogo de futebol, numa TV SUHD, o que significa que o cérebro consegue ter uma maior capacidade para processar a informação visual.

Durante o estudo, os participantes sentiram-se 25% mais “envolvidos no momento” enquanto assistiam a algo pela primeira vez numa TV SUHD Samsung e revelaram, também, maior capacidade de reacção aos conteúdos no ecrã e maior concentração.

“As TVs SUHD Samsung oferecem um impressionante salto qualitativo face às TVs Full UHD Samsung no que diz respeito à experiência de visualização, como comprovámos com o estudo que realizámos com a Samsung. É realmente incrível como os avanços tecnológicos conseguem criar respostas fisiológicas tão significativas, e que alteram a forma como experienciamos os conteúdos e o entretenimento,” referiu Dr. David Lewis, Neuropsicólogo e Chairman (presidente) da Mindlab International.

O relatório conclui que os participantes se sentiram significativamente mais atraídos (20%) por conteúdos exibidos em ecrãs SUHD Samsung vs ecrãs Full HD Samsung , resultando numa reação emocional positiva, ganhando o apreço dos utilizadores. Paralelamente, ao assistir a um conteúdo pela segunda e terceira vez, 29% opta pela tecnologia SUHD Samsung, o que parece reiterar o apreço dado pelo consumidor a esta tecnologia.

“Independentemente de se tratar dos mais distintos eventos desportivos a nível mundial, das séries de televisão mais antecipadas ou dos filmes que são verdadeiros sucessos de bilheteira, os consumidores procuram conteúdos com capacidade de visualização premium em ecrãs de grande dimensão e com imagens brilhantes e nítidas. A Samsung está na linha da frente no que diz respeito à evolução da tecnologia de TV, e oferece aos utilizadores uma excelente e espetacular experiência de visualização, no conforto das suas casas. Este estudo veio sublinhar o poder de assistir a conteúdos de elevada qualidade numa televisão com tecnologia avançada, como as TVs SUHD da Samsung,” revelou Michael Zoeller, vice-presidente e responsável europeu pela área de Visual Display na Samsung.

“A definição Ultra HD está a desafiar as expectativas no que toca à qualidade televisiva. A nossa própria programação está a refletir esse salto qualitativo em termos de imagem, profundidade, detalhe e cor. A realidade da TV está a ficar cada vez mais definida, o que está a transformar o entretenimento em algo imersivo e muito mais apelativo,” acrescentou Neil Hunt, Chief Product Officer da Netflix.

De acordo com a gigante da tecnologia, as revolucionárias TVs curvas SUHD da Samsung oferecem uma óptima qualidade de imagem SUHD, bem como profundidade e detalhe. A inovadora tecnologia Nano Cristal consegue criar um nível de precisão, uma riqueza de cor e um brilho impressionantes, que dão vida às imagens planas e tornam toda a experiência de entretenimento envolvente e agradável.

Sobre o Estudo “Screen Sensation: The Ultra HD Effect”
O estudo foi realizado no laboratório Mindlab, no Centro de Inovação de Sussex em Brighton, entre os dias 26 e 28 de outubro de 2015. Compreendeu 24 participantes com idades entre os 18 e os 65 anos (Idade média: 36). Todos haviam assistido a programas de TV pelo menos duas vezes no último mês. 12 dos participantes eram do sexo masculino e 12 do sexo feminino. A participação neste estudo foi remunerada.

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.