Huawei volta a consolidar o seu lugar no top da Forbes

Huawei ZTE US

Não há dúvida que a Huawei percorreu um longo caminho durante os últimos anos, chegando aos vários mercados internacionais como “mais uma” fabricante chinesa e conseguindo conquistar o respeito e confiança dos utilizadores apresentando constantemente inovações nos seus novos smartphones.

— WhatsApp para Android recebe chamadas em grupo —

Depois de ter conseguido a sua primeira colocação no ranking de marcas mais valiosas da Forbes em 2017, a Huawei conseguiu novamente este feito, sendo a única fabricante chinesa a fazer parte desta lista bastante “especial”. Certamente que o grande sucesso dos seus topos de gama, Huawei Mate 10 Pro e Huawei P20 Pro, durante a primeira metade de 2018 tiveram grande impacto neste resultado.


No ano passado a fabricante chinesa conseguiu a sua primeira aparição no ranking da Forbes ocupando a 88ª posição (total de 100), tendo conseguindo subir na lista em 2018 passando a ocupar a 79ª posição. Quando chega a altura de analisar o valor da marca (€) a Huawei viu também um grande crescimento na ordem dos 15%, passando a estar avaliada em cerca de 7,2 mil milhões de euros.

De acordo com um estudo da IDC, não foi apenas o seu valor financeiro que viu um grande crescimento. A empresa realça que durante o último ano a Huawei conseguiu aumentar a sua quota de mercado em 13,8%. A suportar ainda mais o seu crescimento e certamente a explicar o grande sucesso da fabricante, em 2017 a fabricante viu o seu reconhecimento a nível mundial crescer 85%.

Huawei P20 Pro

Ainda me lembro quando recebi o meu Huawei P9, toda gente pensava que era um “iPhone” e quando referia a Huawei, quase 100% das pessoas não reconheciam a marca. Poucos anos depois, é já rara a pessoa que não reconhece a marca Huawei, associando-a aos seus excelentes smartphones.

No Top5 da Forbes estão os “suspeitos” do costume, incluíndo a Apple, Google, Microsoft, Facebook e Amazon. Muito possivelmente este será o último ano em que a Huawei terá o prazer de se considerar a única fabricante chinesa nesta lista, uma vez que a Xiaomi está a ganhar terreno a passos largos desde que começou a sua expansão para mercados internacionais.

| via

Outros artigos que vais gostar:

Parece que o Pixel 3 XL vai mesmo chegar com o “notch”

Xiaomi Mi Band 3 confirmada para o próximo dia 31 de Maio

Galaxy Note 9: Samsung poderá optar por 8GB de RAM

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
frequentou a licenciatura de Desporto em Setúbal e actualmente reside em Londres. Apaixonado por novas tecnologias e fã do "pequeno" Android desde 2009. Fundador e autor do blog Androidblog.pt, criado em 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.