CloudGuard SaaS da Check Point já está disponível

CloudGuard SaaS já disponível

A Check Point  anuncia a disponibilização generalizada do CloudGuard SaaS, a primeira suite empresarial para cloud desenhada para prevenir ameaças de segurança sofisticadas cujo alvo são as aplicações SaaS.

O Check Point CloudGuard SaaS, um dos últimos produtos a ser acrescentado ao portefolio de produtos de segurança Check Point CloudGuard, protege as empresas que usam aplicações SaaS e emails baseados no cloud (incluindo Office 365, GSuite e OneDrive), e previne contra ataques de precisão que têm como objetivo o roubo de dados sensíveis. Focado em ameaças avançadas contra SaaS, este serviço cloud assegura uma proteção 360º contra ataques de malware e zero-days, phishing, assim como tomada de posse de contas de colaboradores. Para além disso, este produto consegue detetar o uso não autenticado de aplicações SaaS e a prevenção de fuga de dados, enquanto assegura a deteção instantânea de ameaças.




“Com o panorama atual de ciberataques de 5ª geração, torna-se crucial a implementação de tecnologia equipada de forma a conseguir deter cada vez mais ameaças nas aplicações cloud das empresas”, afirma Itai Greenberg, VP de Product Management da Check Point Software Technologies. “As empresas geralmente optam por soluções de Cloud Access Security Broker domain (CASB), o que oferece visibilidade e proteção contra a fuga de dados. O CloudGuard SaaS, por outro lado, vai além das capacidades CASB. Desenhado para prevenir os ataques mais comuns contra as aplicações SaaS oferece, desta forma, às empresas, um sentimento de segurança.”

De acordo com Jay Heiser, Research VP Analyst na Gartner: “Os CIOs devem trabalhar em conjunto com os Security e com os Risk Managers, com o objetivo de criar e seguir uma abordagem compreensiva e contínua para que o uso do SaaS seja controlado. Caso contrário, os objetivos comerciais não serão atingidos, resultado de expectáveis incidentes e perdas desnecessárias.”**

Funcionalidades de CloudGuard SaaS

O CloudGuard SaaS pode ser uma solução essencial para equipar o negócio com a segurança necessária para proteger uma grande quantidade de aplicações SaaS, utilizadas pelas empresas, em apenas alguns minutos.

“Os negócios de hoje enfrentam potenciais ciberataques que podem ocorrer a partir de vários vetores, incluindo aplicações de SaaS. Produtos como o CloudGuard SaaS, disponibilizado pela Check Point, podem ajudar as empresas a protegerem-se de ataques de diferentes níveis – desde phishing até ataques zero-day”, afirma Jon Oltsik, Principal Senior Analyst da empresa ESG.

Prevenção superior de ameaças contra Malware e Zero-day: O CloudGuard SaaS é a solução de prevenção contra ataques de malware e zero-day em aplicações SaaS, oferecida pela SandBlast, a tecnologia líder da Check Point. A SandBlast foi classificada com 100% no índice de bloqueio e teste de alta evasão – avaliação feita pelos laboratórios NSS, uma fonte segura e reconhecida a nível global, no que respeita a testes de ciberataques independentes e baseados em factos. Ao potenciar estas competências, o CloudGuard SaaS protege os anexos de email e o download de documentos em serviços de file hosting e ferramentas de colaboração. O CloudGuard SaaS bloqueia as ameaças zero-day antes que estas cheguem aos utilizadores e entrega conteúdos seguros em apenas alguns segundos, utilizando um avançada tecnologia de deteção e remoção de ameaças.

Tecnologia Inovadora para eliminar roubo de contas: O CloudGuard bloqueia o acesso a contas SaaS não permitindo o log in de utilizadores não autorizados, mesmo que o dispositivo já se encontre ameaçado. Através do uso da nova tecnologia ID-GuardTM, o CloudGuard SaaS identifica o acesso fraudulento ao descobrir logins incorretos e centraliza a autenticação multi-fator. Para além disso, o CloudGuard SaaS consegue reconhecer os seus utilizadores em qualquer aplicação SaaS, instalada em qualquer dispositivo – mobile ou PC.

Proteção Total Contra o Phishing: O CloudGuard SaaS previne mais ataques de Phishing do que os serviços standard de email, uma vez que é potenciado por motores de inteligência artificial. Esta tecnologia é capaz de travar ataques sofisticados de phishing, spear-phishing e de falsificação de endereços de email capazes de contornar algumas soluções de segurança. O conteúdo de email, malicioso, também pode ser bloqueado com a segurança de alta precisão.

** De “Developing Your SaaS Governance Framework”; 14 de Junho, 2018 (Jay Heiser, Research VP, Analyst)

Artigo anteriorPróximo artigo
Nilton é um entusiasta das novas tendências tecnológicas e do impacto que estas têm nas organizações e no nosso dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.