A automatização nos recursos humanos beneficia a gestão das pessoas diz Seresco

Seresco divulga as tendências tecnológicas para 2019 do setor de recursos humanos

De acordo com a empresa de processamento salarial Seresco Portugal, as novas tecnologias de informação vieram oferecer novas oportunidades aos departamentos de Recursos Humanos e desafiar a forma de interagir. São muitos os processos que consomem a maior parte do dia de trabalho e que hoje, graças a software, foram automatizados. A título de exemplo, temos a autorização de processos, a distribuição de tarefas do processamento salarial, o arquivo de documentação, entre outras, que possibilitam aos gestores focarem a sua gestão nas pessoas.

Os softwares disponíveis para automatização de processos de gestão de processamento salarial e de gestão de recursos humanos por exemplo, podem incluir soluções completas ou de módulos independentes, devendo integrar-se, idealmente, com as restantes áreas da empresa. Estas tecnologias potenciam por isso, cada vez mais, a disponibilidade dos responsáveis e colaboradores dos departamentos de recursos humanos para a gestão das pessoas, para analisar situações, analisar funcionários e dedicar-lhes tempo, otimizando e motivando toda a equipa.

De acordo com Rita Mourinha, responsável da Seresco em Portugal, “decida por um programa modular que permita uma implantação progressiva em função das necessidades da sua empresa. Ou opte por uma solução fiável em que a segurança seja também um aspeto essencial, melhor ainda se o sistema estiver dotado de diferentes níveis de segurança para preservar a integridade dos dados (controlo de acessos, perfis, grupo de utilizadores, acesso a funções ou dados, ….) e verifique tudo o que a sua equipa ganha em produtividade, tempo e motivação”.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.