Mind Source reforça contratação em tempo de COVID-19

A Mind Source, empresa especializada em projetos de Consultoria de Tecnologias de Informação e Processos de Negócio, reforçou a política de contratação através de ferramentas digitais, e prevê aumentar a sua equipa em tempo de pandemia.

Ao longo dos últimos cinco anos, a empresa tem apresentado um crescimento anual médio de 18 por cento no que respeita ao número de colaboradores. Só em 2019, a Mind Source contratou 30 novos colaboradores para as áreas de development (60%), Business Analytics consultants, Business Intelligence e Data Scientists (30%) e Project managers e SCRUM Masters (10%). A empresa contava no final do último ano fiscal com 205 colaboradores e com uma idade média de 37 anos.

Aos 18% de crescimento médio não é indiferente o crescimento do volume de negócios. A Mind Source fechou o ano de 2019 com um crescimento de 23% e um volume negócios de mais de 9,6 milhões de euros. Face aos excelentes resultados de 2019, e apesar das circunstâncias atuais, a empresa pretende continuar a apostar na expansão e no desenvolvimento da equipa e ir ao mercado contratar 30 profissionais até ao final de 2020.

COVID-19 impõe utilização de ferramentas digitais

Em tempo de pandemia COVID-19, o mercado de contratações está naturalmente a retrair-se. Mas numa altura em que lay-off e o aumento da taxa de desemprego são assuntos na ordem do dia, a Mind Source contraria a tendência e mantém as portas abertas para o mercado de trabalho.

O processo de contratação da Mind Source assume uma abordagem mais digital. As entrevistas são neste momento efetuadas de forma remota. Uma vez que este procedimento era já seguido numa de cada dez entrevistas antes da pandemia, a Mind Source contava já com as ferramentas necessárias e a nova realidade implicou apenas algumas adaptações e a massificação da sua utilização. O processo de onboarding teve de ser ajustado, mas os obstáculos foram ultrapassados graças à tecnologia e à agilidade de adaptação das pessoas e dos processos.

A política de contratação para o futuro vai incidir sobretudo nas equipas de business analytics, a área que maior crescimento tem na empresa, seguida pela área de desenvolvimento. Neste âmbito, a Mind Source quer reforçar as suas equipas tanto no segmento de front-end como de back-end com profissionais especializados e com as competências necessárias para o desenvolvimento e acompanhamento de projetos.

Muito embora as universidades continuem a ser entidades formadoras de profissionais nesta área, é no mercado de trabalho estabelecido que a Mind Source recruta os novos membros da equipa. A empresa encontra no mercado de tecnologias de informação e comunicação as competências e a experiência de que precisa para reforçar a oferta e garantir os conhecimentos necessários para assegurar a resposta que os seus clientes exigem. E se os hard skills são necessários, os soft skills são indispensáveis, como refere Rui Reis, Diretor Executivo da Mind Source: “é essencial que os nossos Talentos partilhem o ADN e a cultura organizacional Mind Source, uma vez que são as nossas Pessoas que espelham os valores da organização no trabalho que desempenham junto dos Clientes. As soft skills que mais valorizamos num potencial Talento são a capacidade de aprendizagem e adaptação às circunstâncias“. A Mind Source foi recentemente distinguida pelo 10º ano consecutivo como uma das Melhores Empresas Portuguesas para Trabalhar em Portugal, pela entidade Great Place to Work®, a autoridade global para a construção, sustentação e reconhecimento de culturas dos lugares de trabalho de alta confiança e elevado desempenho.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.