Instagram da vida real: artista brasileiro ‘espalha filtros’ pelas ruas de Londres

Se tem um smartphone e gosta de fotografar, é grande a probabilidade de conhecer e utilizar o Instagram, uma das aplicações mais populares da atualidade, mundialmente conhecida pelo partilha de imagens com filtros e outros efeitos especiais, acompanhadas das famosas hashtags e partilhadas no universo virtual. Mas e se fosse possível trazer o IG para vida real? E se pudéssemos aplicar os filtros e hashtags fisicamente? Não só é possível como já está sendo feito: Bruno Ribeiro, artista brasileiro residente em Londres, deu início recentemente ao projeto Real Life Instagram, que com papel, plástico e muita criatividade consegue transportar a “experiência Instagram” para as ruas da capital do Reino Unido.

 

Os filtros não são propriamente iguais aos disponibilizados pelo Instagram, mas certamente os utilizadores familiarizados com a app identificam-se imediatamente com a iniciativa de Bruno Ribeiro. Os ‘filtros’ espalhados pelas ruas e pontos turísticos de Londres consistem em pedaços de papel-cartão com plástico colorido que visam simular a experiência proporcionada pela aplicação, incluindo dados como o nome de utilizador, localização, número de likes e hashtags.

Residentes e visitantes da capital inglesa têm sido observados a fotografar com os seus gadgets utilizando o recurso dos filtros disponibilizados pelo artista brasileiro e que, certamente, irão parar nas suas próprias páginas no Instagram.

Para acompanhar de perto o trabalho de Bruno Ribeiro, visite as suas páginas no Instagram e no tumblr.

Fonte: PureBreak

Artigo anteriorPróximo artigo
Cláudia Assis
Jornalista, Assessora de Comunicação e Gestora de Marcas nas redes sociais, Cláudia Assis tenta definir a si mesma como "uma menina multitask". Aquariana [logo vanguardista!] e nômade por natureza, viu a sua vida ser conduzida numa viagem transatlântica rumo a Portugal. O objetivo inicial era um mestrado em Ciências da Comunicação mas, desde então, vive num enamoramento constante com a terra de Pessoa. E, assim como o poeta, ela é também muitas "pessoas". CAssis é uma delas [talvez a mais intensa] e que nada mais é que uma versão 2.0 de si mesma, um alter-ego nas redes sociais. O que “ambas” têm em comum? Falam muito. Sobre tudo e todos. Têm sempre uma opinião a dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.