Dos desejos de Menina e coisa e tal.

Era primavera do Velho Continente. O sol surgira logo cedo e, desta feita, não era dia para permanecer na segurança do lar. Dias assim surgiram no horizonte como prenúncio de aventura. A Menina era categórica nestes assuntos: em dias assim, apreciar o vendo da liberdade era obrigatório.

Andava pelas ruas, brincando de ler recados alheios, pintados muro a fora. Dizem que é do seu agrado imaginar que era arte de menino feito de vento e com asas de passarinho. Há quem aposte que, do que ela gosta mesmo, é de acreditar que era ela a musa que inspirava cada interjeição colorida, deixada à socapa: “OOHH, BABY!”.

Saiu por ali, do alto da sua meninice, malemolente por força do hábito e com um sorriso largo espetado na cara… porque sim!

CAssis, a Menina Digital

LEIA TAMBÉM:

Artigo anteriorPróximo artigo
Cláudia Assis
Jornalista, Assessora de Comunicação e Gestora de Marcas nas redes sociais, Cláudia Assis tenta definir a si mesma como "uma menina multitask". Aquariana [logo vanguardista!] e nômade por natureza, viu a sua vida ser conduzida numa viagem transatlântica rumo a Portugal. O objetivo inicial era um mestrado em Ciências da Comunicação mas, desde então, vive num enamoramento constante com a terra de Pessoa. E, assim como o poeta, ela é também muitas "pessoas". CAssis é uma delas [talvez a mais intensa] e que nada mais é que uma versão 2.0 de si mesma, um alter-ego nas redes sociais. O que “ambas” têm em comum? Falam muito. Sobre tudo e todos. Têm sempre uma opinião a dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.