6 passos para a cibersegurança 360 das empresas

A Seresco, divulgou os seis passos que as empresas devem seguir para uma cibersegurança 360, reunidos pela sua equipa especialista no tema.

Publicidade
Loading...

Sendo este, e de acordo com a especialista, um dos principais desafios para as empresas e organizações nos novos cenários da economia digital, a garantia da proteção da informação transcende o âmbito conjuntural e preventivo, constituindo atualmente uma necessidade estratégica para o desenvolvimento empresarial e industrial.

Seis passos para a cibersegurança 360

6 passos para a cibersegurança 360

1. Diagnóstico inicial

Obtenha um relatório de estado sobre a conformidade de cibersegurança da sua organização com base nos controlos ISO 27002. Estas informações ajudá-lo-ão a conhecer o grau de maturidade da segurança da informação.

2. Análise e avaliação dos riscos

Conheça o impacto potencial dos riscos a que a sua empresa está exposta e tenha a informação estratégica necessária para o ajudar a tomar as decisões corretas em possíveis situações de risco.

3. Desenho de medição

Desenhe medidas de segurança adequadas para a sua empresa, a fim de mitigar os riscos detetados, oferecendo uma avaliação do custo e do tempo necessários para a sua implementação eficaz.

4. Implementação de medidas

Inclua no seu negócio soluções tecnológicas, procedimentos organizacionais e ajustes legais relacionados com o quadro legal para implementar uma estratégia eficaz e definitiva, com base no desenho desenvolvido na etapa anterior.

5. Gestão de Segurança

As soluções tecnológicas e as medidas de segurança introduzidas devem ser geridas e verificadas regularmente para evitar a recorrência de riscos. Será necessário gerir as soluções implementadas, fazendo os ajustes necessários para bloquear as ameaças contínuas, que surgem quase diariamente.

6. Prevenção, deteção e resposta a incidentes

Uma equipa que realize trabalho analítico e preventivo, mas também atividades especializadas de deteção precoce e resposta a incidentes, onde um fator-chave é o tempo de reação, para além de uma resposta eficaz e coordenada com a organização.

Outros artigos interessantes:

via: Seresco

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.