Dados de 50 milhões de usuários Living Social pirateados (corrigida)

living social

Os dados de 50 milhões de usuários da Goupon poderão ter sido pirateados, informou a LivingSocial – a companhia que detém a Groupon segunda maior companhia do género, depois da Groupon. O ataque foi à escala global e conseguiu aceder a dados confidenciais mas os números dos cartões bancários terão escapado.

Os ciberpiratas conseguiram roubar os nomes, email, data de nascimento e palavra-passe encriptadas dos usuários. Apesar de a empresa não divulgar o número de pessoas que constam da sua base de dados, mas crê-se que o seu número seja superior a 50 milhões.

O porta-voz da companhia citado pela Reuters, afirma que “parte substancial da base de dados de clientes foi pirateada.” Contudo, afirma que quer os cartões de crédito dos consumidores como a informação financeira dso fornecedores não foram acessados. “Estamos a trabalhar ativamente com as autoridades para investigar este problema”, lê-se num email que a companhia enviou a todos os seus colaboradores.

O ataque atingiu a base de dados de consumidores da América do Sul, Europa do Sul, Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Irlanda, Nova Zelândia e Austrália.

Por erro de tradução, noticiámos em primeiro lugar que os dados foram pirateados da Groupon. À companhia e especialmente aos nossos leitores aqui fica o nosso pedido de desculpas.

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação. | Google +

2 Comentários

  1. Desde quando é q a Groupon é da LivingSocial?! Behind groupon quer dizer que são os maiores a seguir à Groupon…

    1. O Marco tem toda a razão. Foi, realmente, um erro de tradução que assumo. O artigo já foi atualizado. Fica aqui o meu pedido de desculpas pela falha e o meu obrigado ao Marco pelo alerta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.